Remuneração de dirigentes de entidades beneficentes
11.05.2017

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, óculos de sol

Nesta quarta-feira (10), o Justiça Para Todos recebeu a advogada Fernanda Andreazza, especialista em Direito Tributário e Direito do Terceiro Setor. Ela trouxe mais informações sobre a remuneração de dirigentes de entidades beneficentes – as chamadas “ONGs”. A advogada explicou os motivos históricos que levam ao desentendimento popular da possibilidade de remuneração desses funcionários. “Até hoje, existe ainda no inconsciente coletivo essa situação de proibição de remuneração de dirigentes de entidades beneficentes. Na verdade, existe um desconhecimento da situação e da própria realidade legislativa do Brasil”, comenta Fernanda. Durante a entrevista, a advogada também falou sobre as mudanças mais recentes na legislação relacionada às remunerações no terceiro setor.
Confira na íntegra: http://bit.ly/2r3UT3E

 

Fonte:  Justiça Para Todos – Programa de Rádio da Amapar


Outras publicações
Repensando a Advocacia: o papel do advogado frente ao direito penal negocial.
17.02.2020

Autores: Mariana Nogueira Michelotto, Advogada, Pós Graduada em Direito Penal Econômico pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM e…

Acordo de não persecução penal
10.02.2020

Marlus H. Arns de Oliveira e Mariana N. Michelotto Para alcançar sua plenitude como legítimo instrumento, o acordo de não…

Escritório Arns de Oliveira & Andreazza é um dos patrocinadores do II Simpósio de Ciências Criminais
20.11.2019

O advogado Marlus Arns de Oliveira (sócio do escritório Arns de Oliveira & Andreazza) participará juntamente com o diretor da…