Isenções tributárias para pessoas com doenças graves ou deficiências é tema do Justiça para Todos
15.08.2016

Tema:

Isenções tributárias para pessoas com deficiência e doenças graves

Entrevistado:

advogada Inaiá Nogueira Botelho

O Justiça para Todos desta quarta-feira (10) recebeu a advogada Inaiá Nogueira Botelho para esclarecer aos ouvintes da rádio Educativa, AM630, dúvidas sobre o tema do dia: isenções tributárias para pessoas com deficiência e doenças graves. A advogada trouxe informações sobre os direitos das pessoas com deficiência e esclareceu quais são as doenças que asseguram ao paciente a isenção de alguns impostos. ”São doenças que realmente comprometem a vida da pessoa”, contou Botelho e acrescentou: ”atualmente, pela legislação que rege o imposto de renda, poderia citar os portadores de moléstia profissional, a tuberculose ativa, alienação mental, esclerose múltipla, o câncer também, enfim, tem uma série de doenças que estão previstas na lei que, efetivamente, geram essa isenção”, contou a advogada.

Quase ao final da entrevista, Botelho explicou aos ouvintes se as tarifas de transporte público são gratuitas para esses contribuintes. ”Existe, no município de Curitiba e Região Metropolitana, uma previsão específica de isenção da tarifa de ônibus”, declarou a advogada, e completou: ”mas não é para todo e qualquer deficiente, é apenas para deficientes mentais, físicos, auditivos, visuais, e pessoas com patologias crônicas que possuam baixa renda”, esclareceu Botelho.

Confira a entrevista na íntegra com a advogada Inaiá Nogueira Botelho

Fonte: AMAPAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Outras publicações
Roda de conversa: Lei de Segurança Nacional e liberdade de expressão
06.05.2021

Nesta sexta-feira (07/05), às 11h, acontecerá a Roda de Conversa com o tema “Lei de Segurança Nacional e liberdade de…

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 2.020, DE 9 DE ABRIL DE 2021
12.04.2021

Altera a Instrução Normativa RFB nº 2.010, de 24 de fevereiro de 2021, e as Instruções Normativas SRF nº 208,…

Atendimento digital se torna permanente no Judiciário
19.02.2021