ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA OBRIGA A CHAMADA ACESSIBILIDADE DIGITAL
14.07.2015
O estatuto da pessoa com deficiência, aprovado pela presidenta Dilma no último dia 6, obriga a acessibilidade digital no Brasil. Sites devem ter arquivos reconhecidos por leitores de tela, possibilidade de aumento de caracteres ou mudança no contraste da tela.
Paulo Lima, da Associação dos Amigos com Deficientes Visuais, diz que só um site em cada dez é acessível. Cristiano Heckert, do Ministério do Planejamento, afirma que nem todos os sites do governo são acessíveis, mas lembra que existe um modelo que deve ser seguido pelos órgãos federais.
O estatuto também obriga as emissoras de TV o uso de recursos com janela com interpretes de libras ou a audiodescrição, que é narração de todas as informações visual que não estão contidas nos diálogos das cenas audiovisuais.
Fonte: EBC

Outras publicações
Repensando a Advocacia: o papel do advogado frente ao direito penal negocial.
17.02.2020

Autores: Mariana Nogueira Michelotto, Advogada, Pós Graduada em Direito Penal Econômico pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM e…

Acordo de não persecução penal
10.02.2020

Marlus H. Arns de Oliveira e Mariana N. Michelotto Para alcançar sua plenitude como legítimo instrumento, o acordo de não…

Escritório Arns de Oliveira & Andreazza é um dos patrocinadores do II Simpósio de Ciências Criminais
20.11.2019

O advogado Marlus Arns de Oliveira (sócio do escritório Arns de Oliveira & Andreazza) participará juntamente com o diretor da…