IR PESSOA FÍSICA – QUEM PRECISA ENTREGAR A DECLARAÇÃO EM 2019?
14.03.2019

Iniciou-se no último dia 7 de março o prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física e é preciso ficar atento para saber quem está obrigado a prestar informações à Receita Federal.

Contrariando as expectativas dos contribuintes, o Governo Federal optou por não reajustar a Tabela do IR para o ano de 2019, o que implicará num aumento de carga tributária na ordem de 3,75% para o contribuinte.

Estão obrigadas a apresentar a declaração todas as pessoas físicas que no ano de 2018:

  1. Receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  2. Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superiores à R$ 40.000,00.
  3. Tiveram ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou que realizaram operação em bolsa de valores, mercadorias, de futuros ou assemelhadas, independentemente do valor.
  4. Exerceram atividade rural e obtiveram receita bruta superior a R$ 142.798,50 e que pretenda compensar prejuízos de anos calendários-anteriores.
  5. Tiveram posse ou propriedade de bens ou direito, inclusive terra-nua, no valor total superior a R$ 300.000,00.
  6. Passaram à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nesta condição se encontrava no dia 31/12/2018.
  7. Que optaram pela isenção de IR sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda tenha sido aplicado na compra de novo imóvel no país, no prazo de 180 dias – Lei 11.196/2005.

O prazo para a entrega da declaração se inicia dia 7 de março e termina dia 30 de abril de 2019.

O grande diferencial deste ano é que somente serão aceitas declarações digitais, por computador via internet, pelo APP Meu Imposto de Renda (dispositivos móveis, tablets e smartphones) epelo Portal e-Cac (com uso do certificado digital).

Mais informações no site oficial da Receita Federal do Brasil: www.receita.fazenda.gov.br


Outras publicações
Programa de retomada fiscal lançado pela PGFN garante condições diferenciada de renegociação de débitos tributários
05.11.2020

Inaiá Botelho A Procuradoria da Fazenda Nacional lançou em outubro deste ano um programa de retomada fiscal, consistente em um…

LIVE sobre Direito do Consumidor
14.10.2020

Nesta quarta-feira (14/10), às 17h, o Advogado Marlus Arns de Oliveira receberá o Advogado Rafael Furtado Madi para uma live…

Arns de Oliveira & Andreazza apoiará edição 2020 do maior seminário de Ciências Criminais da América Latina
23.09.2020

O escritório Arns de Oliveira & Andreazza Advogados Associados é um dos patrocinadores do 26º Seminário Internacional de Ciências Criminais….