III ENCONTRO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DO CONPEDI – MADRID/ESPANHA.
30.03.2016

O trabalho aporta uma reflexão sobre os limites que o uso da internet estabelece ao exercício do Direito de liberdade, reconhecido nas constituições democráticas como a preservação do exercício da autonomia da vontade na vida diária dos cidadãos/pessoas, que formam parte de uma concreta organização social e política, respeitando o exercício de sua própria por outra ou outras pessoas ou cidadãos. O trabalho se fixa, especialmente, em expor alguns limites que se produzem ao respeito de várias práticas que tem lugar na internet, aportando, com ele, argumentos centrados em considerar até que ponto, caso que de que possa produzir uma efetiva/positiva/completa/absoluta relação entre liberdade e Internet.

Palavras-chave:
Liberdade; Autonomia da vontade; Liberdade de Expressão; Internet; Dados Abertos.

Ler artigo completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Outras publicações
LIVE sobre Cibercrimes nesta quarta-feira (15/09)
13.09.2021

No dia 15/09 (quarta-feira), às 17h, acontecerá a live “Cibercrimes”, com os Advogados Marlus Arns de Oliveira e Thiago Nicolai….

Consultoria social que promove o empreendedorismo nas comunidades: conheça o trabalho da Youngers
09.09.2021

Você já ouviu falar da Youngers? Fundada por Geovana Conti, a consultoria social desenvolve projetos de impacto em parceria com…

Obra “O Sistema de Justiça Penal Visto por Nós Advogados” do IAMG
06.09.2021

O Instituto dos Advogados de Minas Gerais lançou a obra coletiva “O Sistema de Justiça Penal Visto por Nós Advogados”,…