Organizações da Sociedade Civil ficam de fora do Simples Nacional
17.11.2016

O terceiro setor aguardava com ansiedade a inclusão das Organizações da Sociedade Civil (OSC) no regime de Simples Nacional, conforme previsto no projeto de lei original (PLC 125/2015), que recentemente foi promulgado através da Lei Complementar 155, publicada no último dia 28/10/2016.

O projeto original previa a inclusão das organizações da sociedade civil (OSC), conforme artigo 2º, inciso I, da Lei 13.019/2014, no Simples Nacional relativamente às receitas não imunes ou isentas.

Apesar da inclusão ter sido aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, foi vetada pela presidência da república. De acordo com a justificativa de veto, a inclusão das OSCs no regime do Simples Nacional violaria a Constituição Federal, posto que o tratamento diferenciado para micro e pequenos empreendimentos não guarda relação com a natureza jurídica das entidades sem fins lucrativos.

É importante relembrar que, apesar do regime de imunidade e de isenção que a maior parte das organizações sociais sem fins lucrativos têm direito, existem algumas receitas que não são alcançadas, o que demanda o recolhimento de tributos.

Justamente por isso, a inclusão no regime do Simples Nacional, a fim de facilitar os tramites e diminuir os custos com o cumprimento de obrigações acessórias, é há anos postulada pelas entidades do terceiro setor.

Por Inaiá Botelho, Advogada e chefe do Departamento Tributário

Fonte: Arns de Oliveira & Andreazza Advogados Associados

Compartilhe
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Outras publicações
O compliance como mecanismo eficiente de gestão anticorrupção
19.07.2017

O Brasil passa por um momento econômico grave e turbulento. Sob o prisma empresarial, tal gravidade decorre de um cenário…

Marlus Arns de Oliveira – Compliance 2
17.07.2017

20 investigados da Lava Jato cumprem pena em casa com tornozeleira eletrônica
14.07.2017

Vinte investigados na Operação Lava Jato cumprem pena em casa, mas continuam sendo monitorados por tornozeleira eletrônica pela Justiça Federal…