OAB repudia insultos contra advogados de Cunha
21.10.2016

 

A OAB do Paraná repudiou, em nota emitida nesta quinta-feira (20), os insultos a advogados do ex-deputado Eduardo Cunha, preso na Operação Lava Jato.

Um grupo de defensores, liderado pelo advogado Ticiano Figueiredo, foi xingado por manifestantes que comemoravam a prisão de Cunha, na saída da Polícia Federal em Curitiba, nesta quarta (19).

Enquanto eram abordados pela imprensa, os advogados foram cercados por um grupo pequeno de pessoas que, com celulares na mão, passaram a filmar a cena.

“Bandido, vagabundo, safado. Ganha honorários de propina”, gritavam. “Veio no avião dele, cachorro?”

Minutos depois, um dos advogados ainda teve o carro atingido por pedras e paus, segundo o escritório de Marlus Arns de Oliveira.

“O advogado é essencial à administração da Justiça e o direito de defesa é uma das principais garantias da sociedade em qualquer Estado Democrático de Direito”, disse a diretoria da OAB.

A nota ainda afirma que “não se confunde, jamais”, o papel do advogado com as acusações atribuídas a seu cliente.

“Quando se hostiliza qualquer advogado no seu exercício profissional, se está desconhecendo o papel do advogado, que é a garantia da ampla defesa, outorgada à sociedade.”

Fonte: Folha de São Paulo


Outras publicações
Lucas Otsuka – Medicina e Tecnologia
15.08.2019

Lucas Otsuka – Medicina e Direito
15.08.2019

Fernanda Andreazza – Negócios de Impacto 2
15.08.2019