Curitibana vai passar férias no RN e descobre que foto sua ilustra carrinhos de crepes
09.01.2017

Uma história inusitada chamou atenção na internet pela impressionante consciência e também por ser relacionada aos direitos sobre as imagens compartilhadas nas redes sociais.

A jornalista curitibana Francielly Azevedo, de 24 anos, está em férias e passeava na Praia de Ponta Negra em Natal, no Rio Grande do Norte, quando foi surpreendida com uma foto dela, como garota propaganda de um carrinho de crepe.

A foto foi tirada em 2013 enquanto ela fazia uma reportagem sobre o comércio de crepe francês, aqui em Curitiba. Na época, ela uma tirou a foto e postou no Facebook.

Quatro anos depois, ela se deparou com a imagem estampando o carrinho no outro lado do país.

A jornalista voltou atrás do rapaz para fotografar o carrinho. Ela não queria perder a oportunidade de registrar a incrível coincidência.

Francielly Azevedo disse que não pretende cobrar pelo direito de imagem e o comerciante ficou agradecido. Ela brincou dizendo que cobrou os direitos em crepes.

O advogado especialista em direito civil, Gilson Goulart, explica que o direito de imagem está protegido pela Constituição Federal e em casos semelhantes ao da jornalista, quando houver uso indevido de uma fotografia, as pessoas podem mover ação para pedir indenização.

Em seus termos de privacidade o Facebook não é claro sobre o uso de imagens publicadas em suas páginas fora do ambiente da rede social. O advogado ainda esclarece que mesmo que a imagem esteja disponível na internet, nas redes sociais, é necessária uma autorização do titular da foto.

Na internet, a maioria das pessoas comenta que a atitude da jornalista em não reclamar do direito de imagem foi louvável, já que o dono do carrinho fez um apelo, dizendo que era a única coisa que ele tinha.

Desde o início da manhã, Francielly recebeu dezenas de convites para entrevistas para programas de TV, sites, rádios e jornais de todo o país. A coincidência a de ter encontrado a imagem do outro lado do pais chamou atenção de milhares de pessoas.

sem-titulo-3

Fonte: BandNewsFM

Compartilhe
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Outras publicações
Colaboração premiada é tema de aula especial na ABDCONST
26.09.2017

Professor, Doutor em Direito pela PUC-PR e advogado, conhecido pela sua atuação na Operação Lava Jato, Marlus Arns de Oliveira…

Advogados do escritório Arns de Oliveira & Andreazza oferecem capacitações sobre aspectos jurídicos no Projeto Legado
26.09.2017

Formalizar e manter uma organização social envolve uma série de trâmites legais e burocráticos. Neste mês, os empreendedores sociais que estão no…

A importância das cartas rogatórias no Direito Penal contemporâneo
26.09.2017

A intensa globalização e a difusão dos delitos transnacionais (crimes que violam o bem jurídico de dois países) fez com…