III ENCONTRO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DO CONPEDI – MADRID/ESPANHA.
30.03.2016

O trabalho aporta uma reflexão sobre os limites que o uso da internet estabelece ao exercício do Direito de liberdade, reconhecido nas constituições democráticas como a preservação do exercício da autonomia da vontade na vida diária dos cidadãos/pessoas, que formam parte de uma concreta organização social e política, respeitando o exercício de sua própria por outra ou outras pessoas ou cidadãos. O trabalho se fixa, especialmente, em expor alguns limites que se produzem ao respeito de várias práticas que tem lugar na internet, aportando, com ele, argumentos centrados em considerar até que ponto, caso que de que possa produzir uma efetiva/positiva/completa/absoluta relação entre liberdade e Internet.

Palavras-chave:
Liberdade; Autonomia da vontade; Liberdade de Expressão; Internet; Dados Abertos.

Ler artigo completo.


Outras publicações
As Empresas Simples de Crédito podem chegar a 300 até o final do ano
13.06.2019

A Lei que cria a Empresa Simples de Crédito (ESC) foi sancionada no fim de abril deste ano, passando a…

Advogada da Arns de Oliveira & Andreazza fala sobre direitos e deveres dos trabalhadores na rádio Amapar
10.06.2019

No final de maio a entrevistada do Programa Justiça Para Todos, foi a advogada Jéssica Olenike (Arns de Oliveira &…

Arns de Oliveira & Andreazza participa do lançamento da Comunidade B Paraná
07.06.2019

Na manhã desta sexta-feira (7) aconteceu na FIEP o evento “Negócios de impacto na prática: desafios e oportunidades”, que teve…