III ENCONTRO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DO CONPEDI – MADRID/ESPANHA.
30.03.2016

O trabalho aporta uma reflexão sobre os limites que o uso da internet estabelece ao exercício do Direito de liberdade, reconhecido nas constituições democráticas como a preservação do exercício da autonomia da vontade na vida diária dos cidadãos/pessoas, que formam parte de uma concreta organização social e política, respeitando o exercício de sua própria por outra ou outras pessoas ou cidadãos. O trabalho se fixa, especialmente, em expor alguns limites que se produzem ao respeito de várias práticas que tem lugar na internet, aportando, com ele, argumentos centrados em considerar até que ponto, caso que de que possa produzir uma efetiva/positiva/completa/absoluta relação entre liberdade e Internet.

Palavras-chave:
Liberdade; Autonomia da vontade; Liberdade de Expressão; Internet; Dados Abertos.

Ler artigo completo.


Outras publicações
BOLETIM IR 2019 – NÚMERO 3 – VALORES DE REFORMAS E AMPLIAÇÕES OCORRIDAS EM IMÓVEIS PODEM SER INCLUÍDOS NO VALOR DO CUSTO DE AQUISIÇÃO
25.03.2019

Conforme esclarecemos na semana passada, o contribuinte deve indicar na sua declaração de imposto de renda o valor do custo…

IR PESSOA FÍSICA 2019 – INDICAÇÃO DOS VALORES DOS BENS NA DECLARAÇÃO – COMO PROCEDER.
14.03.2019

É muito comum que as pessoas tenham dúvidas acerca de qual é o valor que deve ser indicado na declaração…

IR PESSOA FÍSICA – QUEM PRECISA ENTREGAR A DECLARAÇÃO EM 2019?
14.03.2019

Iniciou-se no último dia 7 de março o prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física e…